7 da tarde e ainda não lavei os dentes

Viver todos os dias cansa (para caraças!)

O que dizem os meus olhos? Que estou cansada para caraças…

Talvez seja por ser sexta-feira e ter a semana às costas. Ou talvez seja porque a miúda continua a não dormir à noite – e a não dar tréguas durante o dia. Ou então porque estive sozinha com as três a semana inteira. Ou por ter mais trabalho agora. Ou talvez por tudo isto em conjunto. Mas eu sinto-me muito mais do que cansada. Estou derreada!

Acordei com a sensação de ter sido atropelada por um camião. E tive de me arrastar para o duche para conseguir funcionar minimamente.

Despachei-me de forma semi-automática antes de as acordar. Vesti-as com as roupas que já deixei preparadas de véspera. Dei pequenos-almoços, preparei mochilas e lancheiras. Penteei-as e vi se lavaram bem os dentes. Saí com as três e com a tralha toda as costas em direcção ao carro. E isto, que é tão rotineiro – tão banal – pareceu-me, hoje (como em tantos outros dias) uma tarefa hercúlea.

Quando deixei a terceira na escolinha e consegui ir beber um café sozinha dei por mim a respirar fundo. Começar a escrever, em frente ao computador, está a saber-me a dia de folga.

Eu adoro as minhas filhas. Amo-as mais do que qualquer outra coisa no mundo. Mas preciso de dormir. De passear. De ir comprar roupas novas. De ver um filme no cinema. De ir a um concerto. De ir jantar e conversar com o marido. De estar com as minhas amigas. De fazer nada.

Hoje, dava um rim por dois dias sozinha – podia até ser aqui ao lado…

11 comentários em “Viver todos os dias cansa (para caraças!)

  1. Luisa Sousa

    Olá Catarina,
    sou tua fã e saboreio os teus textos diários até à última letra ?
    Como eu te entendo e sei muito bem o que isso é,também tenho 3 filhos e nós mães temos que funcionar 365 dias por ano ??
    Mas è muito importante arranjarmos tempo para nós próprias . Beijinhos da Alemanha
    Luisa

  2. Sara

    E a maneira reprovadora com que muita gente olha para nós quando pedimos uns momentos de solidão, sem obrigações, sem horários…
    É dificil ser adulto, caramba!
    Nos dias em que estou mais farta ou cansada (normalmente à sexta feira) costumo fazer um exercicio: entro no carro com um sorriso (ainda que forçado) e tudo me parece melhor e as pessoas olham para mim e retribuem a gentileza (apenas aquelas que não acham que estou tolinha!). Costuma funcionar e acima de tudo alivia o meu estado de espirito.
    Um outro exercicio que aprendi é concentrar-me em cores. De manhã pensas numa cor e durante a rotina matinal só te podes concentrar em procurar essa cor em tudo o que te rodeia…
    Comigo estes exercicios costumam resultar… Até perder a paciência ou distrair-me e deixar passar a saída na VCI (que já me aconteceu!)
    Beijinho

  3. Cátia Sobreira

    Olá Catarina. Tenho uma filhota da idade da Maria Leonor e tenho o mesmo problema, ela não dorme nada de jeito, todas as noites são um suplício. Ando super cansada, já não sei o que fazer. Inclusive a minha Gabriela faz medicação receitado pelo médico, mas que não tem sido muito eficaz. Ela vai começar a ser seguida no H. Dona Estefânia por causa disto, apesar de estar com um desenvolvimento excelente. Vocês por aí já tentaram algum tipo de estratégia para melhorar as noites? (mesmo que não tenha resultado ?)

    1. Catarina Fernandes Raminhos Autor

      Olá!
      Já experimentamos medicina tradicional chinesa, óleos essenciais e mais não sei quantas coisas!
      Será que é do nome?!
      Beijinho!!

  4. Gabriela Maria Sousa Torres

    Catarina, essas modernices das parentalidades conscientes e mindfulness são umas tangas do caraças. Sabe mesmo muito bem uns dias sem filhos. Essa é que é essa! E isso não nos torna piores mães, só demonstra que somos seres humanos!
    Beijinho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *