7 da tarde e ainda não lavei os dentes

Venham de lá esses 8!

Gosto desta foto porque faz um bom ponto da situação: estou mais magra, mas a barriga continua lá 🙂

Perdi 8 quilos (e meio) desde que, no início de janeiro, adoptei um novo plano alimentar desenhado pela Dra. Inês Carretero.

Este mês comecei a fazer exercício físico com maior regularidade. Treino três vezes por semana, o que já por si é um record pessoal, e sinto-me como se tivesse perdido uns 15 Kgs – porque tenho mais energia e sinto-me francamente bem (mesmo com as noites mal dormidas da Maria Leonor e a canseira crónica de quem é mãe de três!).

“Os primeiros quilos são os mais fáceis de perder!”. É bem verdade. No primeiro mês mandei 4 kg à vida mas precisei de três meses inteirinhos para mandar outros 4,5 embora.

Não vivo obcecada com a perda de peso, como não vivo obcecada com nada, na verdade. E não condiciono a minha vida por isto. Mas aprender a comer bem – em equilíbrio – faz com que não queira voltar lá atrás, a alguns erros cometidos “porque estava cansada” ou “porque precisava de energia extra”. Uma “recompensa” qualquer por qualquer coisa má que me tinha acontecido…

Agora quando me sinto mais em baixo de forma – às vezes completamente fora da graça do Senhor! – sei o que comer. Sei, por exemplo, que comer um quadrado de chocolate negro traz mais benefícios que prejuízos. E que não há nada que faça mal, desde que saibamos comer na dose certa.

um dia deixo de fazer caretas…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E sei, também, que existe uma coisa maravilhosa chamada “dia da asneira”, com o qual sonho todos os dias, e onde posso extravasar e dar todas as facadas que me passam pela cabeça durante os restantes dias da semana…

Para atingir o meu objectivo preciso de perder mais 8 kgs. Às vezes dou por mim a achar que não vou conseguir e que o objectivo é ambicioso. Que se calhar “já não estou mal assim”. Que “estou melhor do que o que estava”. Mas, a maior parte do tempo, acredito que a minha teimosia também tem de servir para o que vale a pena: e sei que vou lá chegar! Ao meu peso saudável – aquele que vai trazer liberdade ao meu corpo, mas sobretudo à minha cabeça e à minha alma 🙂

5 comentários em “Venham de lá esses 8!

  1. A Mulher do 31

    Conheço bem essas artimanhas da nossa mente. Também perdi bem os primeiros. Agora os que ainda faltam, ando na luta com a minha cabeça, para me focar, e colocar o corpo a funcionar, todos juntos para o mesmo objectivo.
    Parabéns pela conquista e força para a próxima vitória!

  2. Claudia silva

    Sei bem o quanto é dificil, começar é fácil, manter requer mt força de vontade, persistência e dedicaçao… já perdi 17desde dezembro… o meu objectivo inicial eram 20 até junho e estou quase lá…. faço exercicio tres vezes por semana, reaprendi a comer e acredito que conseguimos sp… uns meses perde se mais outros menos, mas o foco tá sp lá… e é tao bom….

  3. Joana

    Também ando nessa luta. Fui mãe pela segunda vez há 4 meses e nesta gravidez ganhei muito peso. Já perdi 5kg, faltam-me 10, mas acredito que vou conseguir. O pior é tentar encontrar um equilíbrio para fazer um jantar que dê para todos. Muita força! ?

  4. Inês

    Engordei 30 quilos durante a gravidez, e logo no primeiro mes perdi os 15 kg, a verdade e que ja passaram 4 meses e mesmo assim a luta continua! As vezes comeco a perder a forca ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *