7 da tarde e ainda não lavei os dentes

1 abóbora, 2 bruxas e 3 dias de muitas surpresas

Os últimos dias têm sido bons, com muitas surpresas…

Depois de o café inteiro me ter cantado os parabéns na manhã do meu aniversário, no dia 30, e eu quase ter desatado a chorar (tudo engendrado pelo meu marido), as minhas filhas prepararam-me outra surpresa, à noite.

Quando regressei de jantar com o pai delas – que mais uma vez preparou tudo – tinha uma grinalda a dizer “parabéns”, que elas fizeram e penduraram no corredor, e um bolo maravilhoso com as velas já acesas.

E assim fecharam a chave de ouro um dia bom – mas mesmo bom! – em que tive direito às amigas por perto e a muitos mimos vindos de todos os lados 🙂

No dia seguinte, as mais crescidas foram para a escola vestidas de bruxas e a mais pequena de abóbora. Usaram uns fatos lindos e perfeitos da Kutchies – que ainda por cima cheiravam bem! – e que lhes valeram muitos elogios.

O dia na escola das mais crescidas foi todo programado em torno do Halloween. Fizeram broas dos santos numa versão muito saudável, sem açúcar refinado e adoçadas com tâmaras. E apareceu por lá, de surpresa, uma maquilhadora que fez pinturas faciais incríveis – escusado será dizer que adoraram e nem queriam tomar banho!

   

Nesse dia, ainda tiveram direito a uma sessão de cinema em casa de um colega, com jantar temático e tudo! (obrigada Inês e Cláudio, seus corajosos!).

No dia 1 regressámos todos à aldeia onde elas cresceram para o “Pão Por Deus” – algo a que dou muito mais importância do que ao Halloween, pelo significado que tem. Foi bom percorrer aquelas ruas, reencontrar os vizinhos, ver a alegria dos mais velhotes por terem a visita das crianças e a felicidade de partilharem o que têm.

  

Além dos tradicionais doces, o saco trazia também broas dos santos, maçãs, nozes, castanhas e amendoins. A maior parte dos doces ficou na aldeia, para serem encaminhados para a quermesse; já as maçãs estão neste momento a assar no forno, com canela e mel, e estão a dar à casa um cheirinho mesmo bom que quase antecipa a chegada do natal…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *