7 da tarde e ainda não lavei os dentes

Havia uma figueira no terreno…

Quando o comprámos, o terreno onde vamos construir a nossa casa estava cheio de ervas altas e então nunca chegámos a entrar efectivamente – víamos apenas da entrada, junto à estrada.

Fomos falando dele às miúdas e a Maria Rita ficou sempre um pouco desiludida por estar numa zona de campo, cheio de verde à volta, mas não ter árvores dentro dos nossos muros.

Quase dois meses depois, o terreno foi limpo e nós fomos até lá os cinco. Notámos que junto ao muro com os vizinhos havia uma figueira enorme, que parecia ter o tronco no quintal deles e a ramagem no nosso.

E qual não é o espanto de todos quando percebemos que a figueira está toda no nosso terreno. A alegria da Maria Rita foi impagável. “Afinal temos uma árvore em nossa casa!”. Confesso que até eu fiquei feliz com aquele presente tão bom e tão inesperado.

Ao olhar para o terreno, não faço ideia onde começa e acaba a nossa casa. Mas uma coisa é certa: aquela árvore não sai dali – até porque chegou antes de nós.

Este domingo fomos lá apanhar figos e escusado será dizer que nunca souberam tão bem…

2 comentários em “Havia uma figueira no terreno…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *