7 da tarde e ainda não lavei os dentes

Sobre a senhora na sala de espera…

A sala de espera estava cheia. Mas, apesar disso, em silêncio.

Eu estava sentada com o livro pousado nas pernas, mas não consegui concentrar-me na história e dei por mim a “ler” mas sem prestar atenção às palavras.

À minha frente estava uma senhora, talvez da idade da minha mãe, que não conseguia disfarçar o nervosismo. Ela respirava fundo, batia com o calcanhar no chão, olhava para a porta do consultório, para o telefone, para o relógio, para o telefone e novamente para a porta do consultório.

Eu senti-me a ficar cada vez mais nervosa, como se aquilo se pegasse.

Chamaram-na. Levantou-se de rompante. Entrou.

Saiu do consultório passados uns 20 minutos. Vinha a chorar e a rir ao mesmo tempo e percebi, pela forma como falava com a enfermeira, que estava tudo bem. “Está tudo bem”, disse minutos mais tarde ao telefone. Suspirei de alívio com ela.

Ouvi o meu nome. Entrei. E saí. Também está tudo bem.

Foi a primeira vez que fui fazer uma ecografia mamária – a minha médica achou que não fazia sentido fazer antes porque felizmente não há histórias de cancro da mama no meu lado da família. Mas agora vou fazer uma todos os anos, bem como uma mamografia. Vai ser obrigatório porque se há coisas com as quais não devemos vacilar é esta.

Façam também, por favor, pela vossa saúde (impõe-se dizer).

4 comentários em “Sobre a senhora na sala de espera…

  1. Branca

    Faço todos os anos desde muito cedo, pk para além de ter um fibroadenoma desde os 17 anos, minha mãe teve cancro da mama aos 49 anos, então desde muito cedo faço ecografia mamária. Eu compreendo a senhora e o nervosismo, pk ter cancro é muito difícil, sei o k minha mãe sofreu com a maldita químio terapia, presenciei o cair do cabelo e a não aceitação de um corpo k fica deprimente, minha mãe não tinha pestanas, sobrancelhas, cor pálida,estava esquelética,. isto por culpa do cancro e de um tratamento k no meu entender, já deviam ter arranjado soluções menos dolorosas para estes pacientes… Saberes k tens um cancro é muito assustador sim,! mas eu acho k depois o degradante estado k a pessoa fica é isso k deita mais a pessoa abaixo, deita abaixo a auto estima… Minha mãe nunca mais foi a mesma pessoa!
    Agora eu com filhos, sempre k tenho de fazer ecografia e mamografia, fico muito nervosa confesso, pk nao acontece só aos outros… Beijinhos…

    1. Catarina

      Cara Branca,

      O cancro é das doenças mais complexas que existe e dentro de cada tipo de cancro cada pessoa tem um tipo diferente, com gravidade diferente e prognóstico completamente diferente… Não é assim tão fácil dizer: já se devia ter arranjado outro método… Ideias existem, o problema é que a quimioterapia continua a ser o mais eficaz ainda que com os seus efeitos adversos…

  2. Inês Cavaco

    Olá Catarina, infelizmente na minha familia do lado materno a minha avó teve cancro da mama aos 80 e morreu aos 87, porque o cancro voltou e espalhou-se pelo corpo. A minha mãe em 2012 foi diagnosticada também com cancro da mama. Fez a cirurgia, apenas foi retirado o tumor. Depois fez quimioterapia, o cabelo caiu, foi parte mais mais dificil e complicada para a minha mãe e desde ai fico sempre com medo de a perder como a minha avó. Eu agora tenho 28 e desde 2015 que faço as eco mamárias. Até agora tudo normal mas quando faço uma fico sempre com receio de ter alguma coisa. Além disso o auto-exame é muito importante, afinal quem conhece as nossas maminhas somos nós. Para concluir, passados 5 anos, a minha mãe esta bem e vai continuar com a terapêutica durante mais 5 anos, so por prevenção.

    Obrigada! Inês

  3. Silvia

    Olá tenho 35 anos faço esses exames todos os anos por causa de historial familiar. O mes passado na eco foi detectado um nódulo, e daqui a uma semana vou fazer uma biópsia. Ansiedade, medo, nervos tudo a mistura, mas vai correr tudo bem . Ser otimista é meio caminho andado para as coisas correrem bem. Aconselho todas a fazerem os exames de rotina, a fazerem o auto exame, a apalpação e se detectarem algo estranho não ignorem. Vão logo ao médico. Quando sair o resultado da biópsia digo vos o resultado. Beijinhos e boa noite

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *