7 da tarde e ainda não lavei os dentes

Daqui fala a nutricionista da Catarina :)

A minha nutricionista, Dra. Inês Carretero, está preocupada comigo. E tem razão.

Conforme confessei neste texto, chega o mês de Dezembro e eu entro em parafuso com a comida em geral – e os doces de Natal em particular…

Então, com fé na minha força de vontade – mais do que aquela que eu própria tenho em mim – enviou-me algumas recomendações precisamente para estes dias que vivemos.

E, como desse lado estão sempre a pedir-me dicas, decidi partilhá-las convosco (pode ser que sejam mais disciplinadas do que eu!)

 

Aqui fica o texto que ela me enviou:

Nada a temer dos dias calóricos que se aproximam a grande velocidade 😊 Primeira regra: desfrutar sem pecado o jantar do dia 24, o almoço de Natal e jantar da passagem de ano. Já as restantes refeições entre o dia 26 de Dezembro e o primeiro dia do ano deverão ser menos calóricas para compensar: 

  • Nestes dias especiais, fazer ao pequeno almoço e ao lanche da tarde: 1 Iogurte magro de aroma (abaixo de 5g de açúcar por cada 100g de iogurte) por exemplo: iogurte Nestlé kvarg (stracciatella, framboesa, natural ou pêssego/maracujá – agitar vigorosamente) ou Iogurte estilo Skyr Maracujá/natural do Pingo Doce 150g + 1 colher de sobremesa de canela em pó + 1 maçã.
  • O almoço deverá já ser preventivo para as tentações que vão chegar: espiral de courgette com legumes salteados no wok com camarão/cogumelos ou saladas de alface variadas com polvo/camarão/salmão cozido/atum em agua/frango/peru/queijo fresco magro. Terminar com um carioca de limão (chávena grande).
  • Nas refeições principais e entradas mais calóricas aconselho vivamente a usar pratos pequenos e coloridos. Fará toda a diferença nas porções que vai escolher!
  • Iniciar sempre a refeição com uma sopa de legumes e salada/legumes variados durante as tentadoras entradas e prato principal. Como sempre, poderá repetir as entradas e o prato principal desde que repita também a salada … não esquecer que 1/2 prato deve estar sempre com salada e 1/4 do prato com a proteína de eleição como o polvo cozido, o bacalhau ou o peru. 
  • Sempre que possível, deverá confeccionar as sobremesas com produtos light e substituir a sacarose (açúcar de mesa) por puré de fruta natural de maça/pera cozida, pasta de Tamara Medjoul, puré de cenoura, abóbora ou batata-doce. A substituição do óleo por azeite e o cacau em pó em alternativa ao chocolate, são também opções muito saborosas e bem vindas!
  • Na sobremesa e antes dos doces natalícios, comece por ingerir uma fonte de vitamina C (ex.: laranja, kiwi ou morangos). Experimente também as azevias de bata doce ou grão e coscorões confecionados no forno, são também uma óptima alternativa aos tradicionais fritos. 
  • Por último, congele as sobras e divida com os familiares e amigos. Não guarde para si todas as calorias 😊 Não se esqueça que precisa de correr uns vigorosos 15 minutos para queimar uma deliciosa azevia…

A Dra. Inês tem muito sentido de humor… e é uma grande profissional, com uma paciência enorme para mim – e para os meus avanços e recuos. E eu aproveito este textinho – e esta iniciativa dela – para lhe desejar um bom Natal e um excelente 2019, com pacientes mais disciplinadas do que eu 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *